Câmara Municipal melhora saúde financeira e Assembleia aprova pela 1ª vez a devolução de 1% do IRS às famílias do concelho

Câmara Municipal melhora saúde financeira e Assembleia aprova pela 1ª vez a devolução de 1% do IRS às famílias do concelho Na passada sexta-feira decorreu a Assembleia Municipal, onde se analisaram as contas relativas ao primeiro semestre do presente ano...

// Câmara Municipal melhora saúde financeira e Assembleia aprova pela 1ª vez a devolução de 1% do IRS às famílias do concelhoNa passada sexta-feira decorreu a Assembleia Municipal, onde se analisaram as contas relativas ao primeiro semestre do presente ano. Foi apresentado o relatório do Revisor Oficial de Contas, que mereceu uma análise favorável, tendo em conta a diminuição da Dívida de Médio e Longo Prazo, no valor de 651.513,99€, e de Curto Prazo, no valor de 262.931,75€, totalizando uma redução de 914.445,74€ em relação a igual período de 2017. Realçar ainda, o aumento das “Transferências e subsídios correntes e prestações sociais” (transferências para Freguesias, Bombeiros e IPSS), em 115.466,18€, e da diminuição dos “Fornecimentos e Serviços Externos” (todos os gastos correntes), em 124.837,84€, em relação a igual período de 2017. Em resumo, melhoraram todos os rácios do “Equilíbrio financeiro de Curto Prazo” do Município e diminuíram todos os rácios do “Endividamento”, contribuindo assim para uma melhoria na eficiência da gestão pública, permitindo imprimir uma maior dinâmica no concelho com o menor recurso possível.

Na mesma sessão foram aprovadas as taxas e impostos a refletir no ano 2019. Pela primeira vez será devolvido 1% do IRS às famílias do concelho, isto é, dos 5% do IRS que o Município recebe das famílias do concelho, 1% será devolvido às mesmas, apostando assim cada vez mais na qualidade de vida dos seus residentes e na capacidade de atração de outros. Para além desta devolução inédita, manteve-se a mesma taxa de Derrama e o nível mais baixo em termos de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI). Finalizando, destaca-se a aprovação do IMI Familiar, aposta já iniciada por este executivo no ano transato, beneficiando assim as famílias que maior número de dependentes têm a seu cargo, subtraindo ao imposto a liquidar o montante de 20€, caso tenha um dependente, 40€, caso tenha 2 dependentes e 70€, caso tenha 3 ou mais dependentes, como possibilita a legislação em vigor.

Voltar
Apoios Leiria Região Digital AMLEI pos_conhecimento FEDERAcessibilidade

Contactos | Avisos legais
Copyright © 2002-2012 Todos os direitos reservados.